segunda-feira, 16 de julho de 2012

A BELA E PURA


A bela e pura palavra Poesia
Tanto pelos caminhos se arrastou 
Que alta noite a encontrei perdida
Num bordel onde um morto a assassinou.

Sophia M. B. Andresen
Obra Poética II